domingo, 6 de dezembro de 2009

INDEPENDÊNCIA DA FINLÂNDIA

Mais uma vez digo: nada na vida é perfeito!

Não pensem que porque escrevo muito sobre a Finlândia e, agora, mais sobre Helsinki, acerca de minhas muito mais boas experiências que ruins, que tudo aqui seja perfeito. Não é.

Mas, para mim, uma brasileira que viveu anos e anos de injustiças, imensas dificuldades, problemas e mais problemas todos os dias, a falta de paz e tranquilidade para viver, muitos sonhos irem se desmoronando um a um no Brasil, aqui na Finlândia estou vivendo no céu, por assim dizer. Tudo bem que o brasileiro é um povo alegre...tudo bem que o Brasil tem calor...tudo bem que o Brasil é festa...mas, nada disso teria como fazer o meu dia-a-dia mais leve, mais alegre.

E é sobre tudo isso que penso muitas vezes aqui.

Hoje se comemora a independência da Finlândia do Império Russo, o que aconteceu em 1917, há 92 anos - menos de um século. Some-se o fato da grande derrocada econômica do pós-guerra. Some-se ainda o fato de que a Finlândia foi o único país que pagou sua enorme dívida pós-guerra. E fico admirada de como um povo consegue em tão pouco tempo construir um país tão organizado e focado na melhoria da qualidade de vida de seu povo.

Então, são inevitáveis muitas perguntas: como? que valores impulsionaram todo um povo em busca da melhoria para seu país?

Começando por entender que um país se faz a partir de seu povo e não de seus governantes. As decisões são do povo. Os governantes apenas recebem autorização para executar o que o povo deseja. E como eu queria que as respostas fossem entendidas e aprendidas por todos os brasileiros. Então, o Brasil seria gigante não apenas no tamanho.

O brasileiro acostumou-se a comparar-se por baixo e, por isso, satisfazer-se com pouco. É uma crença que permeia quase que toda a sociedade, principalmente os mais pobres que são a maioria. Fico triste de ver meu país de enorme potencial que não sabe aproveitá-lo para o bem de todos.

Parabéns Finlândia!

Para saber mais sobre a independência da Finlândia:

7 comentários:

  1. É o que eu fico me perguntando sempre...tenho algumas idéias, mas no fundo é isso mesmo: o poder de superaçäo deles aqui deveria ser exemplo pra nós. Mas sabe como é: tudo dos países nórdicos que sabemos é folclore, loirice e coisas parecidas. Aí fica difícil.

    Qqer dia crio um diálogo com vc no meu blog sobre isso. :)

    Beijos e Hyvää Itse...päivää! (eu nunca sei como dizer isso...rs)

    ResponderExcluir
  2. É Léo...no âmago dessa questão penso que o brasileiro tem medo de tomar para si a responsabilidade, porque na verdade nunca aprendeu nada sobre isso...não saberia nem como fazer. E penso que a educação, os valores subliminares que estão por debaixo de muitas crenças equivocadas, os veículos de comunicação em massa, reforçam a todo instante esse comportamento.
    Beijos e hyvää itsenäisyyspäivää! (fui pesquisar o nome certo hehehehehe)

    ResponderExcluir
  3. Essa história mostra a força de superação do povo. Como já disseram, que sirva de exemplo para os brasileiros. É possível mudar, basta acreditar e lutar por isso, unidos!

    ResponderExcluir
  4. Não sei, mas penso que perdi a esperança de ver um país correto, digno, em que as coisas realmente funcionem...

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente, eu também penso como você: eu não chegarei a ver meu país correto, digno, justo, limpo, etc.
    Mas também, por outro lado, não perdi toda a esperança, a ponto de fazer o que posso para que as próximas gerações possam viver num Brasil melhor, mais humano, mais justo, mais comunitário, mais igualitário, mais solidário, enfim, mais consciente. Com mais consciência do que nós.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo blog, é o que tava prescisando pra me informar mais =)

    kiitos!

    beijos

    Luizinho

    ResponderExcluir
  7. Por nada Luizinho!
    Que bom que gostou!
    Bjs

    ResponderExcluir

Comente, acrescente, enriqueça...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...